sábado, março 06, 2010

Sonhos...

"À noite, entre miados de gatos no cio, apitos do vigilante da rua e o volume alto da TV do vizinho, eu pude ouvir tua voz. Agradeço a Graham Bell por poder ouvir tua sonolenta voz antes de dormir. Assim, pude ir conversar com Morpheus, pude, enfim, dormir tranquilo".

Acho que para combinar comigo, meus sonhos não são nada normais. Esses dias, tive dois sonhos bem estranhos, bem viagens mesmo, tais quais os meus textos e pensamentos.

Hoje não vai ter texto, culpa da preguiça, sempre danada, e da inspiração, quer dizer, da falta dela. No entanto, eu acho necessário contar os sonhos para saber se algum entendido em sonhos pode me ajudar, explicando alguma coisa.

O primeiro, o mais assustador, foi rápido e intenso. Acordei confuso, quase acreditando no sonho. Nele, existia uma mulher com quem eu tive alguma coisa, amiga de uma “amiga”, o que tornava a história mais confusa. No sonho era tudo maravilha até o encontro das duas. Aí acordei tão confuso, querendo saber se tal pessoa realmente existia, embora não lembrasse seu rosto. Fiquei atordoado, totalmente.

No segundo, meu avô estava meio “congelado” no tempo. Quando ele despertou, eu tive a honra de apresentá-lo para várias coisas novas. Engraçado, fui falar do computador, apresentar as pessoas da família, e até o cachorro, um pinche (hoje com muitos e muitos anos) filhotinho.

Achei engraçado o modo como o subconsciente guarda bem nossas memórias. Querendo eu não conseguiria lembrar, mas no sonho tava tudo muito claro. E eu, que já ando a sonhar acordado com cenas do passado e criando várias e várias expectativas sobre o futuro, imaginando cenas e mais cenas, agora sou atormentado pelo tempo até em meus sonhos. Sobre os dois sonhos, fiquei feliz de poder passear com meu avô, como quando era criança e fazia bastante, ia com ele para todo canto. E sobre o outro, fiquei feliz de ter sido um sonho, pois meu coração não agüentaria duas mulheres e tanto sentimento...
=]

2 comentários:

Jéssica Trabuco disse...

os sonhos são realmente muito loucos as vezes não eh?
mas eu amo sonhar! Principalmente acordade - igual a vc =]

Hilário Ferreira disse...

Tudo que você já (ou)viu na vida fica registrado. Os sonhos, assim como as idéias vão surgir mais ou menos como um "anagrama" desses conteúdos registrados. Você vai lembrar de tudo, não de forma consciente, por isso os sonhos para te lembrar que você não é capaz de esquecer.
Duas mulheres no mesmo coração?
Quem disse que caberiam duas Alemanhas no mesmo país?
Três deuses em um só?
Poesia e prosa no mesmo texto?