quarta-feira, outubro 17, 2018

Questão de prova

Bem mais fácil era antes
Quando decorava a tabuada
E a tabela periódica

Quão tranquilo era
Lembrar de algumas datas
E de importantes figuras

Cabeça, tronco e membros
Onde está o x da questão?
Que hormônio é esse?

Calcule a latitude
Descubra a intenção do autor
Que talvez nem ele saiba

Volume, calor, altura
Velocidade, atrito e força
Fórmulas e mais fórmulas

Aí, então, crescemos
E descobrimos o quanto é complicado
Quase impossível
Calcular distância e tempo
Quando é grande a influência
Da enorme saudade

quarta-feira, setembro 26, 2018

Ubuntu

Mãe África
Ogum, Oxóssi
Iemanjá

Cantigas
A benção
Partilhar

A capoeira
O axé
O samba

Afrossaberes
Memórias
A quem serve ocultar?

A história que não li
Saberes que não enxerguei
Guerreiras, guerreiros e lutas
Que tentaram me esconder

Aprendi, senti e vou espalhar
Ubuntu quer dizer
Eu sou
Porque nós somos

sexta-feira, setembro 14, 2018

Devagar

Deixei em tua pele
As marcas do meu desejo
Deixou em meus braços
Os sinais de tua vontade
 

Quando fomos um
Mesmo sendo dois
Dançamos colados
A mesma canção
 

Teu cheiro em meu corpo
Meu corpo em ti
Lembrança gostosa
Visão do futuro
 

Que saudade, eu digo
Que vontade, cê diz
Faz o tempo passar logo
Devagar, mas feliz

quarta-feira, setembro 05, 2018

Fogueira

No meu peito cansado
Onde antes havia
Um coração em pedaços
Nasceu uma fogueira
Bem mais bonita
Que as de São João

domingo, setembro 02, 2018

11 anos de Viagens

Sim, o blog está completando onze anos!

Pensei que escreveria algo bem bonito, épico, sobre esse período.

No entanto, além de ficar feliz, fico refletindo sobre a data. São onze anos compartilhando minhas viagens com vocês (tem alguém aí ainda?).

São mais de cem crônicas e mais de cem poemas também. Talvez escolha algum material pra fazer um livro por conta própria. Quem sabe o dia de amanhã, não é?

Então, obrigado a todos e todas que sempre deram um apoio e reservaram um pouquinho do tempo para ler minhas coisas (são minhas ainda? são de todos?). Fico muito feliz de poder compartilhar com vocês e realmente ganho o dia quando alguém veio comentar que gostou - ou mesmo comentar o que entendeu ou sentiu, bem diferente do esperado por mim.

Não vou prometer aparecer por aqui mais vezes. É o que é. Se preguiça ou falta de inspiração eu não sei, mas vou fazer o possível para continuar e eu quero continuar!

Pra finalizar, obrigado! Deixo com vocês uma das primeiras viagens que coloquei aqui. Beijos e abraços!

de novo

É hora de tirar a poeira
de onde quer que ela esteja
É hora de sacudir o esqueleto
nem que não seja o seu
É hora de tirar o gelo
do coração e da vida
É hora de uma pausa

Pausa

É hora de voltar
E é hora pra isso
ou para aquilo
mas é hora

de decidir
se fica aqui
se vai embora
mas é hora

de rir de novo
de ficar tonto
de olhar no olho
de dizer tchau
eu vou embora

de dizer
estou de volta
não aguento
tentei
mas você sabe
ora bolas

de enxergar
de perceber
de se tocar
melhor saber
se tem lugar
ou se é hora
de ir embora

de se expressar
de extravasar
de dizer tudo
e mais um pouco
que não é tarde
que sempre há tempo
que sempre é hora

de perceber
a ilusão
pra pior
ou pra melhor

de descobrir
se vale a pena
ou já valeu
de guardar tudo
em algum lugar
ou lugar nenhum
de esquecer
ou relembrar

se quer mesmo ficar
ou se precisa
ir embora
em boa hora

existem mesmo
uma melhor hora?

sábado, julho 07, 2018

Perdemos

A hora
O juízo
A fome
O medo
A roupa
O fôlego

Perdemos
Perdemos
Perdemos
Perdemos
Perdemos

Mas não foi uma derrota

Nós saímos ganhando

domingo, junho 24, 2018

Conquista

Você cativou
Não tirou
Pedaço

Mas criou
um espaço
nos fragmentos
do meu coração

Fumaça

Às vezes nós vamos
mas não saímos
do lugar

E tantas vezes ficamos
quando, na verdade,
já fomos há tempo demais

Assim, nem lá, nem cá
Ficamos feito fumaça
Se desfazendo
no ar