terça-feira, janeiro 18, 2011

Tristeza

As pessoas perguntam por onde anda aquele “sorriso mais bonito do mundo”. “Onde estão os olhinhos apertados que sorriem? Onde estão os que quase desaparecem a cada sorriso?” Em verdade vos digo que nesse exato momento eles estão inertes, paralisados de tanta tristeza.

Esses dias, por duas vezes, quase fui às lagrimas, enchi os olhos d’água e não chorei. Por pura covardia mesmo. Vendo as cenas da tragédia lá no Rio de Janeiro, me emocionei com duas cenas. A primeira, a da senhora que é salva por uma corda jogada pelos vizinhos. No meio do desespero, do rio de lama à sua frente, ela ainda pensa em salvar os cachorros. Não deu. Só ela sobreviveu.

Outro fato foi o do menino que foi arrastado pela correnteza por 4 km. Salvo por um grupo de voluntário, passou por algumas cirurgias e agora passa bem. O reencontro com o salvador foi forte. Só de lembrar dessas duas cenas eu já sinto as lágrimas querendo sair. Mas meus olhos e meu sorriso andam triste por outro motivo, e peço desculpas se para vocês o fato que irei dizer parece menor ou sem importância. O que são duas vidas, não é mesmo? Não tem comparação. Pra vocês, eu sei que não tem. Para mim, bem é outra história, triste história.

Pois sim, ao escrever esta mensagem, tremo um pouco, não de frio e nem de fome, mas de tristeza. Por um erro bobo, um vacilo. Ando triste por ter magoado a minha morena (te amo, com toda a força e beleza que há no amor. Com toda a vontade e simplicidade que se pode existir nesse sentimento. E se não disse antes, não foi por falta de vontade, mas por medo de fazer pressão. Nem precisa me dizer nada, as tuas ações valem mais do que minhas simples e pobres palavras).

A fiz sofrer, quebrei minha promessa. E desde ontem, depois de mensagens e ligações, não encontro a paz. Não consigo ficar tranquilo. “Ele é muito tranquilo, nada o abala”. Mentira, machucou o meu amor, pode ter certeza de que não estarei tranquilo. E se o causador dessa desgraça é esse que agora escreve para vocês, podem ter certeza que o tamanho da tristeza não pode ser medido. Pesa, amassa a consciência. Estraçalha o coração, afeta o estômago, a atenção. Afeta tudo. Corpo e alma.

Não consigo ficar em paz, não tenho fome, não tenho inspiração e vontade de nada. Toda a minha energia está voltada para o trabalho, é preciso. Toda a minha cabeça e meu coração estão voltados para você, meu amor. Se te magoei, peço desculpas, peço perdão. Nunca, nem nos piores pesadelos, pensei que isso fosse acontecer um dia. A minha promessa ainda está de pé: te ver/fazer feliz. Desejo maior ainda de continuar sendo feliz ao teu lado e ver essa felicidade toda crescer a cada dia, cada gesto, cada olhar compartilhado. Hoje, minhas certezas na vida aumentaram: um dia irei morrer; a vida é para ser vivida e eu te amo.
...

8 comentários:

garotadefloral disse...

Quanto ao Rio estamos mandando força e ajuda na medida do possivel!
Quanto a sua tristeza e tbm a da morena, q parece ser uma tristeza só espero que passem o mais rapido possivel, afinal o dia do amor tem q ser todo dia!
Nem sei se devia ter comentado, mas enfim, sentimos falta da alegria do poeta!

Gisa Carvalho disse...

Ai,não posso imaginar esses olhos tristes. A morena há de perdoar. E da próxima vez, cumpra a promessa. Ela sorrirá e junto com ela seus olhos.

Meu coração ficou apertado ao ler-te hoje.

Bia Monteiro disse...

Qto amor!
Lindo de se ver!
Bjoo Rafa
=D

c.miChel disse...

A minha promessa ainda está de pé: te ver/fazer feliz. VOLTA PRA ELE MORENA!

Lu disse...

nunca deixei de estar com ele! <3
por: morena.

Jéssica Trabuco disse...

Poxa, fico triste e torcendo para que as coisas se resolvam para você.
Se a vida é pra ser vivida com amor, torne isso mais simples possível e faça de tudo para poder cumprir a sua promessa ;)

Leni.com disse...

Depois desta declaração..ela já perdoou e lembrou q. a vida passa rápido..."o amor é sempre uma corrida contra o tempo" me disse uma vez um ex-amor.

Géssica Andrade disse...

Quanto ao Rio, eu senti a mesma tristeza, preocupação. É muito doido ver toda aquela tragedia. =/

E quanto a você, que declaração mais linda, e quanta sinceridade eu pude sentir nas suas palavras, não se preocupa, quando existe AMOR , tudo se ajeita. TUDO mesmo! Vou ficar torcendo por vocês dois!

Fica bem.

Beijos.