domingo, janeiro 16, 2011

Simples

Ontem, olhando em teus belos olhos, quase te digo: em cada beijo meu, pode ter certeza que vai um pouco de mim. Mas não o disse, minha boca serviu de túmulo para tais palavras. Entristeci por um momento. Rápido. Quando pousou o olhar em mim e me viu sorrindo, indagou a razão de tal felicidade, algo que só agora revelo.

Não posso, não devo e nem quero mentir para ti, por isso, foi melhor calar ontem à noite. Na verdade, em cada beijo meu, eu dou tudo de mim, eu dou o meu melhor, não vai um pouco de mim, eu me entrego por inteiro. E isso é a cada beijo, cada cheiro, cada dengo. Tudo repleto do mais bonito sentimento que pode existir. E ele só faz aumentar.

E a cada beijo, cada entrega, eu te abraço com vontade de não mais soltar. A cada beijo é como se a vontade fosse de se tornar um só, tamanho a paixão, o desejo e o calor, capaz de fundir dois corpos. A cada beijo, a cada abraço, eu sinto como se meu espírito quisesse agarrar o teu.

Fico feliz em isso não ser possível, verdadeiramente, nos tornamos um só. Qual a razão? É simples. Só dá certo por sermos cada um, um universo infinito de possibilidades. Só dá certo por sermos nós dois, seres diferentes. Fôssemos um só, não daria certo, não teria graça. É simples. Para dar certo, tu só precisas de mim, e eu só preciso de ti. É simples.
=]

6 comentários:

Gisa Carvalho disse...

É tão simples o amor...

Jéssica Trabuco disse...

Tão lindo o sentimento de verdade...
Lindas palavras, senti o amor daqui ;)

Tamyle Ferraz disse...

Que lindo!

Eu queria tanto que meu namorado escrevesse coisas bonitas assim, mas a coisa mais romântica que ele já me disse até hoje foi: " Adoro esse piolhinho que você tem perto da boca."


piolhinho? Oo



Rafa, você salva sua espécie.
Abraços!

c.miChel disse...

que declaração heim fio. muito boa. simples. se entregar por inteiro, literalmente de corpo e alma. abraço fio.

Leni.com disse...

Tá junto,mas separado...concordo que é fundamental.
Tamyle romance é amar as particularidades do outro..rs..pode ser "o piolhinho perto da boca"..rsrs

Katherine disse...

Nesse momento minhas palavras se esgotaram. rs eu nem sei o que comentar, mas queria mostrar que li e me senti tão presente mesmoq ue ausente desse afeto todo, desse gosto todo, desse dengo, da vontade de morar no cangote de alguém e por la ficar.gostei muito.

bjs e valeu por ter comentado o meu último post gostei muito..