terça-feira, outubro 07, 2008

De repente, no ônibus, um repente

Pois é, cá estou.
Não consegui ontem.
Mas coloco hoje algo diferente.
Vou colocar meus óculos escuros e pegar uma viola.
Me mandarei pra Praça do Ferreiroa pra conseguir alguns trocados heheheheeh.
Vou ver se amanhã coloco outro
valeu!
=]

De repente, no ônibus, um repente
Quero fazer um repente
Para oferecer ao meu Senhor
Essa história tem a ver
A falar sobre o amor
Em 6 dias fez o mundo
E em outro descansou
Depois de pensar um pouco
O homem ele criou
Era único no mundo
E a solidão apareceu
Uma solução foi encontrada
E a mulher ele concebeu
Estava completa a criação
Um mundo sem limitação
O casal homem e mulher
Pra fazer o que quiser
Por não ter o que fazer
Foram ver o mundo então
E viram que o Senhor
Acertou bem a sua mão
Viram toda a natureza
E pensaram: que beleza!
Essa terra é toda nossa
Vamos sempre morar aqui
De um local como esse
Ninguém é doido de fugir...
=]

Um comentário:

lorena disse...

amei o repente. já lhe disse, larguemos o mundo e vamos viver de repente na praça zé de alencar ou do ferreira. seremos mais felizes.

vc é o cara.

=]