quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Amigos, irmãos

Meus amigos, essa semana me deu uma saudade danada de vocês. Por onde andam? Eu entendo de algumas distâncias, de estudos, de trabalhos. Mesmo longe, os sinto aqui perto de mim, sempre lembrando os bons momentos e imaginando novas aventuras. Não somos mais crianças, certo, mas não podemos sonhar e lutar por dias melhores? E as coisas não andam ruim para nós não.

Por onde andas, Saulo? Quais novas e loucas aventuras tu tens para me contar? Tua alma delirante de poeta e artista ainda pulsa forte e tua alegria ainda contagia os demais? Teus raciocínios e drinks malucos ainda viram a cabeça dos conhecidos e desconhecidos? As mulheres ainda te enlouquecem e se enlouquecem contigo? Esses dias eu jurei ter te visto em um dos ônibus da nossa Fortaleza. Tive vontade de furar a lataria com os dedos para parar o coletivo e te dar um forte abraço. Seria mais fácil dar o sinal e esperar que ele parasse? Podia ser, mas o que seria de nós sem o drama e a loucura?

E tu, Yslan, o que fazes agora? Qual cruzeta ou armação espera por ti e quais companheiros do duro ofício realmente são boas companhias pra ti? Tua forte personalidade e a tua noção de amizade sem preço ainda intriga os demais? A tua vontade de não abandonar os amigos ainda inspira outros corações? O chato mais querido de todos, como costumam dizer, ainda é o nosso chato, o nosso amigo de todas as horas.

O que aprontas, Leleu? Tu, que não é mais das moças, que largou todos os corações para ser de uma só, que me contas? A tua independência, forte personalidade e vontade de sempre ajudar os amigos ainda guiam teu coração como sempre guiou? Tu, meu amigo e irmão há mais de vinte anos, quais aventuras dessa vida de estudante e trabalhador tens para me contar? De quais infortúnios tem se livrado com a tua sinceridade sem tamanho?

Faguim, me diz, o que mais tem para contar? Tu, sempre com um repertório de histórias e causos para dar e vender, para fazer inveja aos criadores das mil e uma noites. Com quem andas se envolvendo? Quem anda apaixonando? Quais histórias trágicas e românticas e de aventuras tens para me contar? Tu, mais atualizado de todos nós, sempre por dentro de assuntos astronômicos, gastronômicos, econômicos e tantos outros ômicos, me diz, boas novas. Tu, idiota, como carinhosamente és chamado e também nos chama.

E você, endiabrado Alisson, quais as novas? Quantos tu tens ajudado com os teus conhecimentos médicos? Sabes precisar o número dos que tem ajudado com a tua alegria e maluquices únicas? Com esse teu jeito de fazer graça de tudo, de transformar tudo numa coisa engraçada e depois falar com uma seriedade única. Tu, que mesmo saído do nosso ninho, nosso paraíso perdido, não corta os laços, não se afasta. Quais loucuras tu tens aprontado por aí, quais mulheres tens enlouquecido e quantos e quantos amigos tens conquistado por aí? Tu és um dos nossos, sempre.

As pessoas às vezes até confundem, acham que meus amigos são apenas amigos, que engano. Também costumam achar que meus irmãos são apenas irmãos. Não, são meus amigos também e se enquadram na categoria dos melhores. Cada um com seu jeito único, meus irmãos (dois e uma) de sangue e de vida têm seu espaço consagrado no meu coração. Para não dizer ainda de outros amigos de casa, como pai, mãe e minha morena (amo vocês). E isso, para não falar dos tantos outros distantes. Mas hoje, vamos ficar apenas com os cinco lá de cima.

Meus amigos, meus irmãos. Criados juntos, infância única, incrível. Bons e saudosos tempos. Nossas aventuras não terminarão nunca. Meus irmãos, de diabruras, benevolências, de bons atos e malvadezas, de correrias, de brincadeiras, praias, cinemas, serras, mulheres e sagrado futebol. Meus amigos, meus irmãos, podem ter certeza que mesmo afastados uns dos outros, estamos sempre prontos para uma ajuda qualquer, seja qual for. Estamos aqui, juntos. E somos, com toda a certeza, amigos-irmãos.
=]

3 comentários:

YslanRodrigues disse...

Por onde andas,Rafael ayala...Aquele cara que não gosta de falar..pouco não,né? Aquele que chega como quem quer nada...sempre amigo de todos...sempre disposto a escutar os dramas e aventuras da galera.Anda um pouco sumido...é,essa vida de gente grande não é fácil não. A vida tem dessas coisas..pra quem se falava todo dia...agora só nos dias de raxa. E olhe lá...isso quando a mulher deixa. Quem diria... logo o que é mais sagrado nessa vida..."o raxa", rsrss. Mas isso não é motivo e nunca vai ser,de que a nossa amizade diminua ou venha a se perder no espaço. Tamo junto e misturado. Um dia espero viver ainda o que tanto sonhamos...Casa de praia,piscina,campo...pra reunir os antigos e eternos amigos..com suas familias.
É isso ai,...Amigos,irmãos sempre. Abraço

C.MicheL disse...

digo sempre que quem tem amigos tem tudo. "amigo é um irmão que agente escolhe"

garotadefloral disse...

sem comparação, esse texto realmente foi o melhor, me deu até vontade de passar na casa de cada amigo meu só pra dar aquele abraçooo. Salve, salve ayalaaaaaaa