terça-feira, maio 19, 2009

Diálogos do meio da noite...

E aê!
Bom, veio um diálogo na cabeça.
Vou colocar aqui, quem sabe um dia eu reaproveito, ou não
bjoos e abraços!
=]

- Oi, com licença, você vem sempre aqui?

- Olha, venho sim, mas se for pra continuar recebendo cantadas desse nível eu vou parar de freqüentar o local.

- Ah, desculpe, eu só vim dizer que esta é uma área para não fumantes, e a senhora...

- Oh, mil perdões. Desculpa mesmo, estou com a cabeça tão cheia que acabei nem percebendo.

- Tudo bem, todo mundo tem seus dias ruins. Peço desculpas pelo modo como cheguei, ficou passível de outra interpretação mesmo. Agora vou indo, obrigado pela compreensão...

- Espera, escuta. Eu realmente estou num dia ruim, mas peço desculpas pelo modo grosso como te tratei, não tinha intenção, quer dizer, até tinha, mas, enfim... Desculpa mesmo.

- Não foi nada, relaxe. Nesses dias assim é bom fazer algo relaxante ou estar com quem a gente gosta. Ou, quando o nível de stress é grande mesmo, o bom é ficar sozinho para não sobrar para ninguém...

- Eu estava sozinha até quase agora...

- Entendi, já vou indo...

- Não, não era isso que eu ia dizer. Espere.

-- Só falei aquilo porque quando sou eu, é o que eu faço. Não encare como se eu estivesse me intrometendo na tua vida, é só uma opinião.

- Tudo bem, desculpa, tem um quê de verdade no conselho. Acontece que o mais relaxante no momento me pareceu o cigarro e o café desse barzinho meia-boca, um dos poucos abertos uma hora desssas...

- Eu te aconselharia a ficar só no café, menos destrutivo, eu acho...

- Tem razão. A culpa é do meu chefe, aquele mala, me estressou a tal ponto que tive que vir aqui. Conseguiu me tirar do sério mesmo, não que eu seja um exemplo de paciência, mas tem dias, ah esses dias... Sorte esse barzim ter café quente numa hora dessas...

- Não se preocupe, as coisas vão melhorar...

- Como pode ter tanta certeza?

- Eu não tenho, eu apenas acredito e pronto.

- Escuta, não quer ficar mais um pouco? Toma alguma coisa comigo?

- Vamos marcar para uma próxima, hoje não vai dar certo, tenho que fechar o bar meia-boca agora pois pela manhã bem cedo eu tenho outro emprego...
=]

5 comentários:

YslanRodrigues disse...

Esse cara do texto, parece com alguém..."Moral zero e na lata".

Mas,foi tu não né,que mandou essa?

kkkkkkkkkkkkk

:)

lorena disse...

bem q não foi ele, mas tem cara dele. hehe

dias estressantes, bem sei como eh, esta semana eu estava pra madar tudo as favas, tolerancia seria, tem que respirar, contar até dez, ou tomar um gole dagua bem gelada e acreditar que dias melhoers virão. hehe, num tem outro jeito.

agora o desfecho foi otimo como sempre. matou a pau, tenho que fechar o barzinho meia-boca...

este rafa, por isso é que te amo rapaz

=]

marinaCavalcante disse...

Hauhauhauha... parece contigo no jeito de querer sempre a passividade. Isso é bom!

Bom diálogo! Tudo sempre melhora mesmo... e, realmente, é só ACREDITAR. Sem mais.

Beijão! Tou de volta! =]

Carla P.S. disse...

Tu sabe que isso me lembrou muito a magia que acontece na noite? Dizem que os gatos, todos eles, são pardos; eu concordo, as pessoas ficam mais afáveis, mais sociáveis. Falam dos seus problemas, dos seus desejos..Se permitem desejar e amar desconhecidos. Contam histórias, choram, passeiam, conhecem tribos. Enfim, esse impacto que o texto me causa...
Um café pra ti, e ótima semana, querido.

Maíra disse...

"- Como pode ter tanta certeza?

- Eu não tenho, eu apenas acredito e pronto."


Senti inveja de tal convicção.
Belo texto! :)