segunda-feira, dezembro 15, 2008

Mãe

Hoje é o aniversário da mulher mais maravilhosa que conheço.

Uma mulher que é prosa e poesia em todos os aspectos possíveis, e impossíveis também.



Uma mulher a quem devo tudo, e muito mais que pode ser agradecido.

A minha alegria diária.

O meu abraço forte, apertado e fortificante de todas as manhãs.



A minha alegria maior para conseguir um riso, um sorriso.

A minha fonte de felicidade escancarada bem em minha frente todo santo dia, e dias santos também.



O meu tesouro maior, que não fica escondido jamais.

A minha fonte de renovação depois de um dia cansado.



A minha fonte de forças para tudo.

Minha enfermeira em qualquer doença.



Meu remédio, minha cura para qualquer mal.

Minha conselheira de conselhos e opiniões nem sempre aceitas, mas ouvidas.



A pessoa que estresso, de vez em quando.

A pessoa que me estressa, raras vezes.



Minha conselheira musical e de palavras-cruzadas.

Minha futura aluna de informática.



O meu oásis, e não é ilusão.

O meu amuleto da sorte que carrego pra todo lugar dentro de meu coração.



Minha professora de inglês, alemão, italiano, espanhol, e, se duvidar, javanês e grego.

Minha professora de história do Mundo, do Brasil, do Ceará, da Família.



Minha professora da Vida, com aulas particulares e tudo o mais.

Minha contadora de histórias preferida, desde os tempos de berço, até os dias de hoje.



Minha cozinheira preferida, que faz o feijão com arroz diário tornar-se um manjar dos deuses.

A mulher que brinca de alquimia na cozinha.



A mulher que agora brinca com cores mas sempre coloriu nossas vidas.

A mulher que todos gostam e querem perto.



A minha (nossa) mãe!

E se alguém não souber o que isso significa, sinto muito, mas ninguém saber explicar...



Não importa o tempo que passar

O que foi dito aqui sempre valerá

Razões? O que é maior do que ser

Minha, nossa, fonte eterna de

Amor



Rafael Ayala Rocha Perote

09 de dezembro de 2008

Faltou só a coragem de entregar isso para ela...
=]

3 comentários:

Carla P.S. disse...

ENTREGA!
"Senão eu mesma o faço!"
hahaha...
Brincadeiras a parte..
Não deixe esfriar o café mais delicioso que tu pode oferecer! Tenho certeza que ela vai as lágrimas.
Beijos!! E milhares de cafés, em quantia semelhante a amor de mãe.

lorena disse...

ai rafa, entrega logo rpz

lindo d+

ela vai amar

nós mulheres adoramos demonstrações de amor escancarado. rsrs


ficou lindo.

=]

Diego Medeiros disse...

Eu conheço toda essa intensidade tão bem descrita pelo Rafael. Trata-se de uma mulher singular; minha madrinha de crisma, com orgulho sem tamanho.

É a Norma, uma ímpar.

PARABÉNS, Rafael e Norma.