sábado, novembro 17, 2012

O mundo dá muitas voltas

O mundo dá muitas voltas
Muitas voltas o mundo dá
Se em uma vida fui escravo
Em outra posso governar

O mundo dá muitas voltas
E eu preciso contar
Felicidade é um verso
Com um sorriso pra rimar

O mundo dá muitas voltas
Muitas voltas ele tem que dar
Ontem eu cheguei ao mundo
E amanhã vou vadiar

Foram tantas voltas
Que nem lembrei de contar
Tanta coisa acontecendo
E eu perdido a olhar

Tantas voltas deu o mundo
Que o negócio começou a desandar
Vi urubu nadando firme
E baleias a voar

Foram tantas as voltas do mundo
Que preciso registrar:
“Ri melhor quem ri por último”
É uma verdade exemplar

Em certa volta do mundo
A Razão quis me chamar
Dei-lhe um tapa atrevido
E o Coração eu fui beijar

Em uma das volta do mundo
Com certeza vais lembrar
Éramos dois santos inocentes
Com vontade de pecar

Nas muitas voltas do mundo
Nas muitas que ele dá
Só uma coisa me entristeceria:
Não poder mais te encontrar

Em outra volta do mundo
Essa foi de arrepiar
Me disseste que ia embora
Quase morro de chorar

Nessa última volta do mundo
A Vida veio me falar
- Fica calmo, meu poeta
A Morena e o Amor
Nunca vão te abandonar...
=]

3 comentários:

Jéssica Trabuco disse...

O mundo dá voltas mas os seus versos bonitos de moço apaixonado sempre vão ficar (:

Lindo!

Helena disse...

Adorei, Rafa!

A verdade é que após tantas voltas, talvez, as coisas acabem voltando, ainda, para o mesmo lugar.

Beijo.

Géssica Paim ♥ disse...

Versos lindos! :)
Beijo.