quarta-feira, maio 23, 2012

Perdi foi nada

Perdi o sono
O sonho
E a hora

Perdi o momento

Perdi tanto
Que é tão pouco
E quase
Quase
Nada

Perdi o dinheiro
E os falsos amigos
E poderes

Perdi o sono
O sonho
O samba
O cinto
E a saia

Perdi a graça
De não ter nada

Perdi a fala
E a falácia
Ah, mandei embora

Perdi a farra
E o pós-farra

Perdi o talento
E o momento

Perdi a rima
E o meu ritmo

Perdi foi nada
Eu tenho tudo

Perdi o medo
E a vergonha

Abri os olhos
Te vi ao lado

Achei a vida
Uma be-le-za

Achei você
Achei a graça
=]

8 comentários:

Juscelino disse...

Fazia tempo que eu não andava aqui, Rafa. Fazia tempo. Falta de tempo. Nem no meu eu to andando, pra tu ter noção. ^^ Mas foi bom voltar pra cá. Sempre tem algum texto bacana pra ler. Sempre tem um escrito sensacional do amigo Rafael Ayala. Tu é o cara. =]

Grande abraço! :D

asm disse...

Curti! :)

Simone Schuck disse...

Não ter é a melhor maneira de ser! E ser pleno sempre encontra outros seres plenos... Uma graça!

Dayane disse...

Então não perdeu nada ;)

Katherine disse...

Não perdeu nada.. apenas se perdeu nos braços dela..nos laços dela.. a gente sempre se perde.. mas não perde nada..porque quanto mais a gente fica do lado mais a gente quer..

é doce, é bom demais o que é correspondido, nos preenche diariamente..nos faz bem, nos deixa bem...

saudades das suas palavras.. já fazia tempo em..rs

um brinde aos amores de nossas vidas.

♥ Luciana de Mira ♥ disse...

É bom passar por aqui e ler teus versos! Beijos!

Géssica Andrade disse...

Não tem um verso teu que não me encante! Teus textos são sempre incríveis!=**

Rafael disse...

Muito bom
Achar a graça é uma graça, ha temps nao vejo graça na vida.