quinta-feira, outubro 04, 2007

Presente

Ele
Tem olhos miúdos
Olhar tímido
E sorriso claro

Ele
Anda quase que obstinado
Nem olha pros lados
E vai correndo, em busca de um algo maior

E talvez ele nem saiba que algo é esse
E quem é que sabe?

Ele
Na sala de aula é inquieto
Mexe no tênis
Na caneta
Parece passarinho doido pra fugir

Ele
Fala pouco
Mas sabe ouvir
E escreve como poucos

Ele
É sensível
Discreto
E tem um olhar sonhador

Ele
Escreve em prosa
Versos
Crônicas
Poesia

Ele
É por vezes confuso
Enrola, enrola
As palavras fogem
E o pensamento vai embora

Mas um dia ele haverá de encontrar o tal algo maior

E um dia ele há de ser feliz
Se é que já não é sem saber.

Lorena da Silva

Nenhum comentário: