quinta-feira, maio 03, 2018

Cheiro

É sempre assim
O cheiro no pescoço
Atravessa a pele
E vai direto
Na alma

O olho aperta
O sorriso floresce
Tentativa frustrada
De negar o desejo

E vai ter dança?
Com malemolência
E o que mais?
Ah, tem paciência

Nós dois
Sonho bom
Espera
Vai rolar

Nenhum comentário: