quarta-feira, julho 29, 2009

Ô Deus...

- Ô Deus, tá me ouvindo?
- ....

- Tá muito ocupado agora? Posso falar?
- ...

- Meu irmão, quer dizer, meu Pai, preciso lhe agradecer por tudo antes de mais nada. Obrigado por tudo o que vem fazendo por mim, pelo que está dando certo, e, agradeço também o aprendizado depois de cada erro. Espero poder usar tais lições.
- ...

- E tem mais coisa, nunca fui organizado, de planejar com bastante antecedência, você sabe, né? Sabe como sou relaxado, enrolo pra fazer as coisas, deixo pra última hora... Quantas vezes eu disse que iria mudar? “Esse ano tudo vai ser diferente”. “Esse semestre tudo vai ser diferente”. Pois é, não foi. E, em parte, te agradeço por isso também: por me deixar errar até aprender (quando vou aprender mesmo?), e por ter tido um tempo maravilhoso, mesmo errando.
- ...

- Eu sei que o Senhor não concorda com tudo que fiz, sei disso, fiz algumas besteiras mesmo. No entanto, me recuso a dizer “eu nunca mais vou fazer isso ou aquilo”. Não quero trair minha palavra, cair em contradição, afinal, não sei como vai ser o futuro, em quais situações estarei. Não, não é uma desculpa antecipada para meus erros, estou apenas “avisando”... Brincadeira, eu irei me esforçar em ser uma pessoa melhor.
- ...

- Vou tentar, vou dar a cara a tapa, vou me decepcionar mais, vou comemorar mais, vou dividir mais, vou viver mais, à minha maneira hoje ou como achar melhor na hora. Não sairei feito um louco gritando e fazendo “carpe diem”...
- ...

- Contudo, irei seguir meus princípios, quer dizer, voltar a tê-los, pois os mesmos andam em baixa... Estou dizendo, vou me esforçar!
- ...

- Vou ter mais tempo com minha família, com meus diferentes amigos, vou fazer novos amigos e ter contato com os velhos amigos. Vou me esforçar para crescer profissionalmente. Ter um controle do meu dinheiro – que mesmo não sendo muito, salva a pátria. Vou ter mais cuidado com o meu corpo, tirar Raio-x do pé (ainda dá tempo?) e da coluna (tem jeito?). Vou ter mais cuidado com o coração (ah, danado!), o meu e o dos outros (esse assunto merece outros milhares de textos).
- ...

- E essa não é mais uma das várias promessas que já fiz, sinto algo diferente nessas.
- ...

- E então, Senhor, tem algo a me dizer?
- Deus te abençoe meu filho...


Este aqui é o final número dois:

- E essa não é mais uma das várias promessas que já fiz, sinto algo diferente nessas. Talvez seja essa serra onde estou, essa solidão, o frio da noite, esse ar puro, talvez seja o cheiro do vinho. E não estou falando isso apenas por ter bebido alguns litros de vinho, quem está falando não é o cérebro, é o coração, e coração na se embriaga não é mesmo? Hum, de amor ele se embriaga, mas isso é uma outra história. E então, Senhor, tem algo a me dizer?

- Vou te dizer pela última vez: Limpe os ouvidos! Eu não sou Deus, eu apenas decidi morar nessa serra sozinho e não corto há anos minha barba e meu cabelo. Estou gritando contigo há horas! Vê se sai da minha caverna! Pára de beber esse vinho barato e vai pra casa! Que Deus lhe abençoe!
=]

4 comentários:

Carla P.S. disse...

Hahahaha...
Tu e tuas tiradas.
Olha, um vinho extirpa as coisas mais graciosas da nossa alma. Aliás, fica a dica, leia o trecho que coloquei no meu último post, nos comentários (feito por mim mesma). Acho que tem a ver com tudo isso. Adorei o texto, sem mais, te desejo vinho, chocolate, e café.

marinaCavalcante disse...

Bela conversa. Bem a tua cara mesmo, né? Hehehehehehe...

você vai conseguir. Se for pro seu melhor, conseguirá. =)

E eu estou na torcida pra o que de melhor for acontecer na sua vida, sempre. Sabe, né? Beijos e abraços!

lorena disse...

eu adorei esse texto. é o tipo de texto com a cara do rafael: inteligente, leve, bem humorado. grande cronista este moço.

e ah, mando-te já um e-mail.

abraços-beijos

=]

Paloma Moreira disse...

Acredite!
No Buda, em Deus, no Santo Agostinho, na sua mãe, ou pelo menos em vc, acreditar em algo ou alguém é a essencia que fortalece a alma.
Belo texto.

ps. aquele texto é de minha autoria...infelizmente não foi publicado em lugar nenhum rsrs
Abraços!