sábado, fevereiro 07, 2009

Eu, usuário

Confesso, sou usuário.
Já faz mais de dois anos isso.
Começou como uma brincadeira, curiosidade.
Como será? Será que é bom?
De primeira, não foi nada demais.
Depois de dois meses, mais uma vez.
Uma nova parada e três meses depois eu estava lá de novo.
E a partir daí eu não consegui mais parar.
De começo, uma amiga influenciou.
-Vai lá, tu vai ver que é bom. Experimenta.
Segui o conselho, por isso estou aqui.
Por conta disso, conheci muita gente nova.
Pessoas que nem esperava conhecer um dia.
Fiquei mais próximo de alguns outros.
Minha família não sabe.
Na verdade, acho que minha irmã sabe.
Já foi usuária também.
Meus irmãos desconfiam.
Tudo bem, o silêncio é a lei.
Não que eu tenha medo.
Apenas gosto de ser mais reservado.
Para alguns eu conto.
Uma surpresa? Nem tanto.
Já é mais comum hoje em dia.
Muitos já usaram.
Eu tenho diminuído, aos poucos.
Mas sempre volto.
Tenho recaídas e nem me imagino sem.
Se eu tenho conselhos pra dar sobre o assunto?
Sim, eu tenho.
Use.
Faz bem.
Mas tente não cair no vício.
Eu continuo a usar, mas por necessidade.
Pra afogar as mágoas e por prazer mesmo.
Me sinto bem.
Aos amigos usuários, tudo!
Vamos continuar enquanto estiver fazendo bem.
Não pensamos em parar.
Espero contar com vocês nessa longa jornada,
Que ninguém sabe quando vai acabar.
Até o próximo.
Sim, eu tenho um blog.
E faço bom uso dele.
Eu, usuário.

=]

5 comentários:

Carla P.S. disse...

Haha..Que desfeche!
Usuários que somos, unimo-nos! (se é que existe essa palavra).
Continue usuário, eu tô quase viciada..Hahaha...Um cafezinho pra ti, vicia, mas é bom.

lorena disse...

eu num tô quase viciada naum, eu sou viciada. rsrs

e q lei do silêncio, me contou depois de seculos. rsrs

usuarios uni-vos, juntos somos mais fortes.

e qnt as cronicas, vou tentar não parar.

beijos rafa

=]

Airtiane disse...

Sou usuária há mais ou menos um ano e meio. Comecei por insistência mesmo. Nada de curiosidade. Não queria, nunca quis, mas me pediram muito, diziam que era bom. Hesitei bastante antes de entrar pra esse mundo. Pensei que seria me expor demais, que todo mundo ia saber. Mas com o tempo e depois de conhecer outros usuários acabei me convencendo e passei a usar também. No início é diferente, a gente escolhe o melhor momento, mas depois, aos poucos vai parecendo normal, a gente vai gostando e quando vê já
tá até indicando pra outras pessoas. Minha família descobriu há pouco tempo, foi estranho, mas agora já parece normal. Passei um longo afastada, mas não tem jeito, voltei a usar de novo. E agora sim o desejo mais forte, necessidade, vício mesmo. É tão bom, não queria entrar nesse mundo, mas agora que estou nele, não quero sair de jeito nenhum. A nós usuários, que permaneçamos no vício, e aos não viciados que caiam no vício.

A você, que passe a usar diariamente.

Bjão ;D

Simone Schuck disse...

SEMPRE SOUBE! haha desconfiei desde o início deste texto. Muito bom!
Eu estou completamente viciada, admito. Meu blog virou uma continuidade minha (?), algo "a mais" de mim, só que na internet (??).

Acordar pra quê? Acordar para blogar, oras!

Jamira disse...

rapaz, hilário o texto.. apesar de típico, vc soube usar bem as palavras!!
rééé!!
bjos